No result...

http://perfectperceptionmedia.com/custom-research-papers/ master paper writing service OS “CAUSOS” DE TOM

go here por: Danilo Martins

http://www.pretiradiatori.it/business-plan-introduction-letter/ business plan introduction letter

http://www.fingerprintsservicesinc.com/best-online-resume-writing-service-los-angeles/  

Tom Jobim  não era apenas bom de música, como o mundo inteiro sabe, mas também um ótimo contador  de história.

http://www.alconi.ro/?master-thesis-paper-writing-service master thesis paper writing service Amigo e parceiro de Newton Mendonça, não era bem visto, no entanto, por sua mulher, dona Cirene.

go to link É que quando Tom  aparecia para chamar Newton para “compor”, dona Cirene sabia que o marido só voltaria no dia seguinte.

Uma vez,Tom bateu à porta e foi atendido por ela. Tom entrou, sentou  e dona Cirene, querendo evitar, a todo custo, que o marido saísse para mais uma noitada, foi até a cozinha e trouxe uma garrafa de cachaça, que ofereceu à dupla, na tentativa de que por ali mesmo ficassem. Foi quando Tom, com cara de indignado, simulou uma repreensão.

source url --- A senhora acha que eu bebo cachaça?

Horas depois, quando dona Cirene retornou à sala, tudo o que viu foi uma garrafa completamente  vazia.

Quando contava sobre as noites dos inferninhos do Rio, onde tocava para fazer um “dinheirinho”, Tom Jobim dizia que, naqueles redutos, rolava de tudo: bebida, prostituta, polícia, bandido e droga.

--- Uma vez quase fui morto. Um cara atirou em alguém, a bala passou rente ao meu peito e furou o paletó do garçom. É por isso que nos filmes de faroeste tem aquela placa que diz: “Não atire no pianista”. Eles atiram tão mal que acabam matando a gente.

É... o Tom faz muita falta.

 

"Caminhos Cruzados" - Tom Jobim e Newton Mendonça